FERRAMENTAS DE PODA

CORTA-SEBES

Os corta-sebes (ou aparadores) existem em três versões: manual, elétrica e a gasolina. Um corta-sebes manual permite manter as árvores, as sebes e os arbustos em boa forma. Um corta-sebes elétrico ou a gasolina é a solução ideal para um trabalho mais rápido. Pode ser usado para trabalhos de poda mais pesados e difíceis. Para sua própria segurança, utilize óculos de proteção e luvas ao trabalhar com um corta-sebes.

TESOURAS PARA ARBUSTOS

A melhor ferramenta para o buxo é a tesoura para arbustos. As tesouras para arbustos são mais pequenas do que um aparador de sebes, permitindo modelar o buxo na forma pretendida muito mais facilmente. As tesouras para arbustos manuais são indicadas para trabalhos de poda mais ligeiros. Se o trabalho que tem em mãos for de maiores dimensões, torne a sua vida mais fácil, optando por um corta-sebes elétrico.

TESOURAS DE PODA

Tesouras de poda – a ferramenta essencial para qualquer jardineiro.
Nenhum jardineiro pode passar sem as suas tesouras para podar ramos finos e médios. Existem dois tipos de tesouras de poda: bypass (ou bico de papagaio) e de bigorna.

Tesouras de poda bypass (A)
As tesouras de bico de papagaio possuem duas lâminas afiadas que funcionam como tesouras normais. Este tipo de tesoura é indicado para plantas com ramos suaves ou ocos.

Tesouras de poda de bigorna (B)
Consistem numa lâmina afiada e numa base plana. Coloca-se o ramo sobre a base plana, fazendo descer a lâmina para cortar. Este tipo de tesoura é indicado para plantas e arbustos com ramos de madeira. A base plana assegura que os ramos não são esmagados durante a poda.

As suas tesouras de poda devem estar sempre bem afiadas. Isso irá poupar muito tempo e energia. As lâminas de aço endurecido ficam afiadas durante mais tempo, requerendo menos manutenção.

SERRA DE JARDIM

Uma serra de jardim, manual ou elétrica, é a solução ideal para os ramos mais espessos. A serra de jardim também é muito prática para podar zonas de difícil acesso. As serras de jardim têm várias formas e tamanhos, com ou sem lâminas substituíveis. Ao adquirir uma serra de jardim manual, é importante verificar a serrilha. Os dentes de serrilha endurecidos por impulso duram mais; as lâminas com dentes de metal duro ficam afiadas ainda mais tempo.

A desvantagem da serra manual é que obriga a trabalhar no duro. Uma serra de jardim elétrica é indicada para serrar ramos mais grossos. É importante cuidar das suas ferramentas para que se mantenham precisas.

SERRAS DE CORRENTE

As serras de corrente (ou motosserras) são ideais para os ramos mais grossos e para os troncos, podendo ser elétricas ou a gasolina. As serras de corrente elétricas são mais ligeiras e mais práticas para os trabalhos de bricolage. Para trabalhar com a maior segurança possível, decida com antecedência aquilo que quer serrar.

A forma de cortar determina a queda da árvore. Comece por cortar uma parte no lado para o qual pretende que a árvore caia. Depois, corte uma parte no outro lado, numa posição um pouco mais elevada do que a anterior. Continue a serrar assim até que a árvore caia. Para sua própria segurança, desligue o equipamento assim que a árvore cair.

A serra pode ficar encravada se o peso da árvore recair sobre o corte realizado. Nesse caso, coloque uma cunha no corte para libertar a serra.

LIMPEZA DOS RESÍDUOS DE PODA

Um soprador/aspirador é perfeito para limpar as folhas e outros detritos da poda, especialmente quando não se pode utilizar um arejador. Utilize o soprador/aspirador na sebe ou arbusto para eliminar todos os detritos. Coloque todos os detritos num único ponto para eliminá-los mais facilmente. Alguns sopradores/aspiradores permitem aspirar e cortar folhas. Isso facilita ainda mais a limpeza dos resíduos de poda.